Conceito “Mentalidades Matemáticas” desfaz mitos com base na neurociência

Especialista da Universidade de Stanford afirma que a maneira como as escolas ensinam matemática precisa ser reformulada. O Instituto Sidarta traduz essas novas experiências e disponibiliza o acesso ao conteúdo para todos os brasileiros

Matéria publicada no site Revista Educação em 23 jan 2019.

No Brasil, 70% dos jovens na faixa dos 15 anos não sabem o básico de matemática, como contar e dividir, aponta a principal pesquisa educacional global, o Pisa (Programa Internacional de Avaliação de Estudantes), realizado pela OCDE (Organização para a Cooperação e Desenvolvimento Econômico).

São diversos mitos a serem desconstruídos na relação de ensino e aprendizagem da matemática, como aqueles que envolvem as diferenças de gênero de que meninos e meninas têm capacidades diferentes para aprender a matemática; ou, até mesmo, quem lida bem com número é sinônimo de superdotado ou de inteligente.

Quem desfaz essas crenças com base em estudos, que aliam o ensino e a aprendizagem de matemática à neurociência, é a pesquisadora e professora de Educação Matemática da Universidade de Stanford, nos Estados Unidos, Jo Boaler. Seu trabalho reforça a necessidade de mudança de mentalidade para a disciplina e propõe uma nova abordagem para o ensino matemático.

Boaler defende que todo ser humano é capaz de aprender matemática, mas precisa ser adequadamente estimulado, encorajado por meio de técnicas visuais e, também, compreender que é uma disciplina aberta, flexível e criativa.

Porém, na maioria das escolas brasileiras e também nas estrangeiras o ensino de matemática está focado na memorização e na rapidez com que o aluno resolve problemas.

Uma luz para os brasileiros

Incomodado com os resultados do Pisa e com outros exames que mostram o baixo desempenho dos brasileiros em matemática, o Instituto Sidarta, em uma parceria com a Fundação Itaú Social, trouxe as ideias fundamentais de Boaler para o Brasil, traduzidas e adaptadas para a versão em português do site Youcubed, que possui mais de 500 atividades, entre vídeos, aulas, exercícios, artigos acadêmicos e jogos. O site, cujo acesso é gratuito, tem como público alvo professores, pais, alunos e todos aqueles que têm interesse em fundamentar e aplicar as pesquisas de Boaler, na prática.

Página principal da plataforma totalmente gratuita que contém as principais ideias de Jo Boaler traduzidas para o português.

Veja a matéria completa em: http://www.revistaeducacao.com.br/mentalidades-matematicas/

10 de março de 2019

0respostas em "Conceito “Mentalidades Matemáticas” desfaz mitos com base na neurociência"

Deixe sua mensagem

Sobre o (re)construindo saberes

O portal teve seu desenvolvimento iniciado em 2018 como pesquisa do Mestrado de Ensino e Suas Tecnologias do IFFluminense. Destina-se principalmente para estudantes ingressantes no Ensino Superior, ofertando entre outros, posts, FAQ e cursos na modalidade de Educação a Distância.

Categorias de cursos

Pessoas online

Não há usuários online neste momento

Validação de Certificado